<,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,

mouse

contato: parauapebense.pa@hotmail.com ................................. Seja Bem Vindo(a) ..............anuncie aqui.....................O blog da Nossa Cidade!
*****************************************************************************************************************************************************

Faça aqui sua pesquisa no Blog Parauapebense

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Código de mineração fica para o ano que vem


Depois de passar mais de dois anos em estudo no governo Dilma Rousseff, o Código de Mineração, enviado em junho ao Congresso, só deve ser votado no ano que vem. A informação foi confirmada na quarta-feira, 04, pelo relator do texto, deputado Leonardo Quintão (PMDB-MG). Segundo ele,
o impasse ocorre por decisão do Palácio do Planalto de não abrir mão, entre outros pontos, de
definir por decreto, quando desejar, os valores das alíquotas do royalty da mineração.


O governo também seria contra a criação de cobrança de uma participação especial das minas mais produtivas, à semelhança do que é feito hoje com a indústria do petróleo. O Congresso vem tentando incluir essa tributação no texto do código como forma de compensar os municípios com um auxílio anual de R$ 2 bilhões.


O deputado disse ter se reunido por quatro horas no dia anterior para negociar o texto com representantes do governo. O encontro não resultou em acordo final porque a equipe de Dilma não teria cedido em nenhum dos três pontos levantados por ele, que fez concessões sobre 15 artigos.


Após pressionar o Congresso a aprovar a toque de caixa o novo marco regulatório do setor de portos, o governo decidiu enviar o texto do Código de Mineração ao Congresso como um projeto de lei com urgência constitucional. Dessa forma, o texto ainda não está em vigor, diferentemente do que ocorreria se fosse editada uma medida provisória. Sem regras definidas e em meio a essas discussões no Congresso, empresas do setor têm preferido adiar investimentos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Estudantes de Parauapebas são premiados em Olimpíada

Alunos se destacaram na Olimpíada de Astronomia e Astronáutica.

Astronauta brasileiro Marcos Pontes participou da premiação.



Estudantes de Parauapebas, no sudeste do estado, comemoraram as medalhas na Olimpíada de Astronomia e Astronáutica. Eles receberam a visita do astronauta brasileiro Marcos Pontes.
A XVI Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica foi realizada no mês de maio. 34 mil estudantes de escolas públicas e particulares de todo o Brasil foram finalistas, dentre eles 24 são de Parauapebas.
A estudante da 8ª série, Irislane Silva, foi medalha de ouro na Olimpíada que testou o conhecimento dos jovens em astronomia e astronáutica. “É um estimulo a mais reconhecer que eu sou uma das medalhistas de ouro. Para mim é um orgulho”, conta a estudante.
A cerimonia de premiação contou com a participação de um convidado muito especial, o astronauta brasileiro, Marcos Pontes. Em 2006, ele viajou para o espaço em uma missão onde o Brasil realizou experimentos na Estação Es

sábado, 21 de setembro de 2013

Campanha dia mundial sem veículos poluentes

Aconteceu na manhã do dia de sábado 21/09/13  , uma mobilização e conscientização sobre o tema meio ambiente ( MENOS MOTOR) e também as mensagens que visam levar para a população a boa harmonia, bom senso e a compreensão no transito (MAIS AMOR) realizada pela Escola  Pitágoras e a colaboração criativa dos alunos do 2º ano. Vemos na foto ao lado o uso de veículo que não produz nenhum tipo de poluição.

Alunos com faixa mais amor menos motor


Alunas divulgando o dia com informações e panfletos.


domingo, 1 de setembro de 2013

A Cor da Cultura prorroga inscrições para Parauapebas e Tucuruí

A Cor da Cultura prorroga inscrições para Parauapebas e Tucuruí

Estão prorrogadas, até o dia 29 deste mês, as inscrições para a formação continuada do Projeto “A cor da cultura” para professores dos municípios de Parauapebas e Tucuruí. A participação no curso, que disponibiliza 100 vagas para cada cidade, pode ser garantida por meio do preenchimento do cadastro que deve ser acessado disponível na internet.

Trata-se de um curso de formação continuada destinada a técnicos, professores e gestores que atuam em escolas, na sede da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e nas Unidades Regionais de Educação (Ure's) e Seduc na Escola (Use's) de Belém, Tucuruí e Parauapebas.

A formação tem o objetivo de contribuir para a efetivação da lei 10.639/03, que estabelece a inclusão e valorização dos conteúdos sobre “História e cultura Afro-Brasileira” no currículo escolar da educação básica. O curso terá aulas presenciais com um total de 28 horas.

Nos dois municípios, a primeira etapa acontecerá no período de 2 a 6 de setembro. Já o segundo momento será no mês de novembro, com data a ser definida. No intervalo desses encontros, haverá acompanhamento à distância pelos gestores do projeto.

O projeto é fruto de uma parceria entre o Canal Futura, a Petrobras, o Centro de Informação e Documentação do Artista Negro (Cidan), TV Globo, Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) e Secretaria Estadual de Educação (Seduc). Mais informações: Coordenação de Educação para Igualdade Racial (Copir) da Seduc (3201 5157) e www.acordacultura.org.br  fonte: site.
http://www.seduc.pa.gov.br/

sábado, 24 de agosto de 2013

Piada de Rui Barbosa


A melhor piada que já ouvi!


"Diz a lenda que Rui Barbosa, ao chegar em casa, ouviu um barulho estranho vindo do seu quintal. Chegando lá, constatou haver um ladrão tentando levar seus patos de criação.
Aproximou-se vagarosamente do indivíduo e, surpreendendo-o ao tentar pular o muro com seus patos, disse-lhe:
- Oh, bucéfalo anácrono! Não o interpelo pelo valor intrínseco dos bípedes palmípedes, mas sim pelo ato vil e sorrateiro de profanares o recôndito da minha habitação, levando meus ovíparos à sorrelfa e à socapa.
Se fazes isso por necessidade, transijo; mas se é para zombares da minha elevada prosopopéia de cidadão digno e honrado, dar-te-ei com minha bengala fosfórica, bem no alto da tua sinagoga, e o farei com tal ímpeto que te reduzirei à quinquagésima potência que o vulgo denomina nada.
E o ladrão, confuso, diz:
- Dotô, resumino, eu levo ou deixo os pato?"

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Marcadores